A CARREGAR...

x
RESGATA O TEU
PLANO DE TREINO
Aguarde, a enviar contato!
x
FALA CONNOSCO
Aguarde, a enviar contato!
x
APOIO AO CLIENTE
Aguarde, a enviar contato!
x
MARCA JÁ O TEU
RASTREIO NUTRICIONAL!
Aguarde, a enviar contato!
Lifestyle
18/10/2021

Bullying: Aprender a Proteger os mais Vulneráveis

Bullying: Aprender a Proteger os mais Vulneráveis

Sabemos que é um tema sensível, mas acreditamos também que no Blog UP não pode haver assuntos tabu. Hoje falamos de bullying.

O bullying é um comportamento propositadamente agressivo, violento e humilhante, que envolve um desequilíbrio de poder: quem o exerce e quem com ele sofre. Ainda que esta luta de poderes possa acontecer em diversas fases da nossa vida, é mais comum nas crianças e nos adolescentes, o que pode ser altamente perturbante e marcante para o resto da vida.

E é nesse que nos vamos focar, visto que o que acontece quando se é mais novo pode marcar qualquer um de forma incondicional e definir a respetiva personalidade.

Este tipo de bullying pode acontecer na escola, na internet e afeta tanto rapazes como raparigas.


SOU PAI: COMO POSSO SABER SE O MEU FILHO SOFRE DE BULLYING?

As crianças vítimas de bullying estão sempre com medo, sentem muita ansiedade que se manifesta em dores físicas psicossomáticas (dor de cabeça, de estômago, cansaço) e começam a apresentar grandes dificuldades em se concentrarem na escola. Parece ainda haver um pacto de silêncio entre quem sofre e quem agride, daí que seja, muitas vezes, difícil de descortinar o que está realmente a acontecer.

Além disso, as vítimas podem ficar abatidas, impacientes, mais alheadas da família, dos amigos e dos hobbies de que tanto gostavam ou, por outro lado, mais zangadas e muito irritáveis.

Se a fonte do problema for a escola, então, a falta de vontade de ir é também um sinal de alerta, bem como as alterações de humor e começar a baixar as notas.

A criança ou adolescente pode também ficar com a roupa rasgada, apresentar hematomas ou feridas sobre as quais não quer falar ou para as quais inventa sempre as mesmas desculpas. Pode também ter pesadelos e dificuldade em dormir.

É certo que muitas destas questões estão simplesmente associadas a problemas típicos do crescimento e da adolescência, mas nunca é demais ficar atento. 


QUE FORMAS DE BULLYING EXISTEM?

Muitas mais do que podes imaginar, o que nos leva a considerar este problema um verdadeiro perigo.


1. Bullying físico

* Empurrar, amarrar ou prender;

* Dar bofetadas, murros ou pontapés;

* Cuspir, morder;

* Roubar dinheiro ou outros bens pessoais;

* Rasgar roupa e/ou estragar objetos.


2. Bullying Sexual

* Insultar ou fazer comentários de natureza sexual;

* Obrigar à prática de atos sexuais.


3. Bullying Verbal

* Chamar nomes;

* Gritar;

* Gozar, fazer comentários negativos ou críticas humilhantes;

* Ameaçar.


4. Bullying Social

* Deixar de fora dos trabalhos de grupo e/ou dos jogos;

* Inventar mentiras;

* Espalhar rumores, boatos ou comentários negativos ou humilhantes.


5. Cyberbullying

* Espalhar informação falsa, assediar/perseguir, incomodar e/ou insultar através de SMS, MMS, e-mail, websites, chats, redes sociais.


6. Bullying Homofóbico

Forma de bullying motivada pelo preconceito em relação à orientação sexual ou identidade de género de outra pessoa. Pode tomar a forma de bullying físico, sexual, verbal, social e/ou cyberbullying, como, por exemplo:

* Contar (ou ameaçar contar) a outras pessoas, contra a nossa vontade, segredos ou informações sobre a nossa sexualidade;

* Discriminar com base na nossa identidade e expressão do género sexual (relacionado com a maneira como nos vestimos ou nos expressamos);

* Fazer comentários negativos de cariz sexual e/ou gestos obscenos;

* Praticar toques sexuais indesejados ou outros atos sexuais contra a nossa vontade;

* Fazer comentários e/ou piadas homofóbicas;

* Denegrir a nossa imagem junto de outras pessoas, inventando mentiras ou espalhando rumores/informação falsa;

* Excluir propositadamente do nosso grupo de amigos e/ou forçar o afastamento dos amigos ou das pessoas que nos são mais próximas;

* Deixar de fora das atividades, dos desportos/jogos e/ou das coisas que gostamos de fazer.


O QUE PODEM OS PAIS FAZER NUMA SITUAÇÃO DESTAS?

Os pais devem tomar atitudes preventivas e conversar abertamente com os filhos sobre o que é o bullying, independentemente de desconfiarem se o seu filho está numa situação deste género. A informação é sempre útil e mostra abertura para que quando a criança ou adolescente tenha algum problema se possa sentir mais à vontade para conversar com os pais. A comunicação aberta e informal é muito importante nas relações familiares.

De igual modo, os pais podem encorajar os filhos a denunciar situações de bullying que tenham presenciado a um adulto de confiança, como os professores ou psicólogos, por exemplo.

Perguntar como foi o dia da criança é também muito importante, porque poderão daqui interpretar determinados comportamentos, ações ou reações que não sejam normais e, como tal, ficar mais alerta.

E, o mais importante de tudo, os pais devem ser o exemplo dos filhos, pelo que devem sempre tratar os outros com respeito, educação e bom senso. Caso contrário, a criança vai achar que aquele tipo de comportamento é normal e pode adotá-lo sem problema. 


E Qual o Papel da Escola?

A escola disponibiliza vários profissionais que podem ajudar as crianças e adolescentes nas mais variadas situações, mas é preciso dar a conhecer esses recursos de forma descontraída, e não impor determinados tipos de comportamento.

Poderão fazer workshops periodicamente, sobre diferentes temas, entre os quais se deve incluir o bullying.


Fonte:

Escola Saudável Mente – Falar sobre o Bullying

x
Aguarde, a enviar contato!
SEGUNDA > SEXTA
09:00 > 11:30
14:00 > 17:00
21:00 > FECHO
SÁBADO, DOMINGO E FERIADO
LIVRE

AULAS DE GRUPO BASIC
AULAS VIRTUAIS
AULAS FIIT
AULAS X-PRESS

ACESSO A TODOS OS CLUBES
GINÁSIO HORÁRIO LIVRE
AULAS DE GRUPO BASIC
AULAS VIRTUAIS
AULAS FIIT
AULAS X-PRESS

ACESSO A TODOS OS CLUBES
PLANEAMENTO NUTRIÇÃO SEMESTRAL

A adesão ao plano quinzenal não implica qualquer tipo de fidelização.

O pedido de não renovação assim como qualquer alteração ao contrato deverá ser solicitada por escrito com antecedência de 10 dias úteis.

Salienta-se que no decorrer desses dias, na existência de alguma cobrança, não existe o direito de reembolso por parte do Fitness UP.

A adesão ao plano anual implica à fidelização pelo período de 52 semanas contínuas e renovação automática, salvo comunicação do contrário.

O pedido de não renovação assim como qualquer alteração ao contrato deverá ser solicitada por escrito com antecedência de 10 dias úteis.

Salienta-se que no decorrer desses dias, na existência de alguma cobrança, não existe o direito de reembolso por parte do Fitness UP.

Para participares não é necessário possuíres o plano de aulas de grupo, nem fazer a marcação prévia.

Basta consultares o mapa de aulas e comparecer no estúdio dinâmico.

As aulas X-press (15min), aulas FIIT (30 min) e aulas Virtuais (50 min) esperam por ti!

As nossas aulas aliam intensidade e diversão! Os melhores treinos pré-coreografados do mundo estão reunidos na tua Tribo UP.

Da Zumba e do Cycling às modalidades Les Mills e EAC System o céu é o limite!

Aulas bombásticas em estúdios doutro mundo.

Trata-se de um complexo vitamínico que ajuda na recuperação muscular e, com o composto de L-Carnitina, auxilia a perda de massa gorda. Existem vários sabores disponíveis.

Nenhum clube para selecionar!
Nenhum clube para selecionar!
Nenhum clube para selecionar!
Nenhum clube para selecionar!
x
QUERES ADERIR?
NÓS LIGAMOS-TE GRÁTIS!
Aguarde, a enviar contato!