A CARREGAR...

x
RESGATA O TEU
PLANO DE TREINO
Aguarde, a enviar contato!
x
FALA CONNOSCO
Aguarde, a enviar contato!
x
APOIO AO CLIENTE
Aguarde, a enviar contato!
x
MARCA JÁ O TEU
RASTREIO NUTRICIONAL!
Aguarde, a enviar contato!
Lifestyle
18/10/2021

Bullying: Aprender a Proteger os mais Vulneráveis

Bullying: Aprender a Proteger os mais Vulneráveis

Sabemos que é um tema sensível, mas acreditamos também que no Blog UP não pode haver assuntos tabu. Hoje falamos de bullying.

O bullying é um comportamento propositadamente agressivo, violento e humilhante, que envolve um desequilíbrio de poder: quem o exerce e quem com ele sofre. Ainda que esta luta de poderes possa acontecer em diversas fases da nossa vida, é mais comum nas crianças e nos adolescentes, o que pode ser altamente perturbante e marcante para o resto da vida.

E é nesse que nos vamos focar, visto que o que acontece quando se é mais novo pode marcar qualquer um de forma incondicional e definir a respetiva personalidade.

Este tipo de bullying pode acontecer na escola, na internet e afeta tanto rapazes como raparigas.


SOU PAI: COMO POSSO SABER SE O MEU FILHO SOFRE DE BULLYING?

As crianças vítimas de bullying estão sempre com medo, sentem muita ansiedade que se manifesta em dores físicas psicossomáticas (dor de cabeça, de estômago, cansaço) e começam a apresentar grandes dificuldades em se concentrarem na escola. Parece ainda haver um pacto de silêncio entre quem sofre e quem agride, daí que seja, muitas vezes, difícil de descortinar o que está realmente a acontecer.

Além disso, as vítimas podem ficar abatidas, impacientes, mais alheadas da família, dos amigos e dos hobbies de que tanto gostavam ou, por outro lado, mais zangadas e muito irritáveis.

Se a fonte do problema for a escola, então, a falta de vontade de ir é também um sinal de alerta, bem como as alterações de humor e começar a baixar as notas.

A criança ou adolescente pode também ficar com a roupa rasgada, apresentar hematomas ou feridas sobre as quais não quer falar ou para as quais inventa sempre as mesmas desculpas. Pode também ter pesadelos e dificuldade em dormir.

É certo que muitas destas questões estão simplesmente associadas a problemas típicos do crescimento e da adolescência, mas nunca é demais ficar atento. 


QUE FORMAS DE BULLYING EXISTEM?

Muitas mais do que podes imaginar, o que nos leva a considerar este problema um verdadeiro perigo.


1. Bullying físico

* Empurrar, amarrar ou prender;

* Dar bofetadas, murros ou pontapés;

* Cuspir, morder;

* Roubar dinheiro ou outros bens pessoais;

* Rasgar roupa e/ou estragar objetos.


2. Bullying Sexual

* Insultar ou fazer comentários de natureza sexual;

* Obrigar à prática de atos sexuais.


3. Bullying Verbal

* Chamar nomes;

* Gritar;

* Gozar, fazer comentários negativos ou críticas humilhantes;

* Ameaçar.


4. Bullying Social

* Deixar de fora dos trabalhos de grupo e/ou dos jogos;

* Inventar mentiras;

* Espalhar rumores, boatos ou comentários negativos ou humilhantes.


5. Cyberbullying

* Espalhar informação falsa, assediar/perseguir, incomodar e/ou insultar através de SMS, MMS, e-mail, websites, chats, redes sociais.


6. Bullying Homofóbico

Forma de bullying motivada pelo preconceito em relação à orientação sexual ou identidade de género de outra pessoa. Pode tomar a forma de bullying físico, sexual, verbal, social e/ou cyberbullying, como, por exemplo:

* Contar (ou ameaçar contar) a outras pessoas, contra a nossa vontade, segredos ou informações sobre a nossa sexualidade;

* Discriminar com base na nossa identidade e expressão do género sexual (relacionado com a maneira como nos vestimos ou nos expressamos);

* Fazer comentários negativos de cariz sexual e/ou gestos obscenos;

* Praticar toques sexuais indesejados ou outros atos sexuais contra a nossa vontade;

* Fazer comentários e/ou piadas homofóbicas;

* Denegrir a nossa imagem junto de outras pessoas, inventando mentiras ou espalhando rumores/informação falsa;

* Excluir propositadamente do nosso grupo de amigos e/ou forçar o afastamento dos amigos ou das pessoas que nos são mais próximas;

* Deixar de fora das atividades, dos desportos/jogos e/ou das coisas que gostamos de fazer.


O QUE PODEM OS PAIS FAZER NUMA SITUAÇÃO DESTAS?

Os pais devem tomar atitudes preventivas e conversar abertamente com os filhos sobre o que é o bullying, independentemente de desconfiarem se o seu filho está numa situação deste género. A informação é sempre útil e mostra abertura para que quando a criança ou adolescente tenha algum problema se possa sentir mais à vontade para conversar com os pais. A comunicação aberta e informal é muito importante nas relações familiares.

De igual modo, os pais podem encorajar os filhos a denunciar situações de bullying que tenham presenciado a um adulto de confiança, como os professores ou psicólogos, por exemplo.

Perguntar como foi o dia da criança é também muito importante, porque poderão daqui interpretar determinados comportamentos, ações ou reações que não sejam normais e, como tal, ficar mais alerta.

E, o mais importante de tudo, os pais devem ser o exemplo dos filhos, pelo que devem sempre tratar os outros com respeito, educação e bom senso. Caso contrário, a criança vai achar que aquele tipo de comportamento é normal e pode adotá-lo sem problema. 


E Qual o Papel da Escola?

A escola disponibiliza vários profissionais que podem ajudar as crianças e adolescentes nas mais variadas situações, mas é preciso dar a conhecer esses recursos de forma descontraída, e não impor determinados tipos de comportamento.

Poderão fazer workshops periodicamente, sobre diferentes temas, entre os quais se deve incluir o bullying.


Fonte:

Escola Saudável Mente – Falar sobre o Bullying

x
Aguarde, a enviar contato!
SEGUNDA > SEXTA
09:00 > 11:30
14:00 > 17:00
21:00 > FECHO
SÁBADO, DOMINGO E FERIADO
LIVRE

AULAS DE GRUPO BASIC
AULAS VIRTUAIS
AULAS FIIT
AULAS X-PRESS

ACESSO A TODOS OS CLUBES
GINÁSIO HORÁRIO LIVRE
AULAS DE GRUPO BASIC
AULAS VIRTUAIS
AULAS FIIT
AULAS X-PRESS

ACESSO A TODOS OS CLUBES
PLANEAMENTO NUTRIÇÃO SEMESTRAL

A adesão ao plano quinzenal não implica qualquer tipo de fidelização.

O pedido de não renovação assim como qualquer alteração ao contrato deverá ser solicitada por escrito com antecedência de 10 dias úteis.

Salienta-se que no decorrer desses dias, na existência de alguma cobrança, não existe o direito de reembolso por parte do Fitness UP.

A adesão ao plano anual implica à fidelização pelo período de 52 semanas contínuas e renovação automática, salvo comunicação do contrário.

O pedido de não renovação assim como qualquer alteração ao contrato deverá ser solicitada por escrito com antecedência de 10 dias úteis.

Salienta-se que no decorrer desses dias, na existência de alguma cobrança, não existe o direito de reembolso por parte do Fitness UP.

Para participares não é necessário possuíres o plano de aulas de grupo, nem fazer a marcação prévia.

Basta consultares o mapa de aulas e comparecer no estúdio dinâmico.

As aulas X-press (15min), aulas FIIT (30 min) e aulas Virtuais (50 min) esperam por ti!

As nossas aulas aliam intensidade e diversão! Os melhores treinos pré-coreografados do mundo estão reunidos na tua Tribo UP.

Da Zumba e do Cycling às modalidades Les Mills e EAC System o céu é o limite!

Aulas bombásticas em estúdios doutro mundo.

Trata-se de um complexo vitamínico que ajuda na recuperação muscular e, com o composto de L-Carnitina, auxilia a perda de massa gorda. Existem vários sabores disponíveis.

Nenhum clube para selecionar!
Nenhum clube para selecionar!
Nenhum clube para selecionar!
Nenhum clube para selecionar!
Nenhum clube para selecionar!
Nenhum clube para selecionar!
Nenhum clube para selecionar!
Nenhum clube para selecionar!
Nenhum clube para selecionar!
Nenhum clube para selecionar!
Nenhum clube para selecionar!
Nenhum clube para selecionar!
Nenhum clube para selecionar!
Nenhum clube para selecionar!
x
QUERES ADERIR?
NÓS LIGAMOS-TE GRÁTIS!
Aguarde, a enviar contato!